Novo meio de armazenamento de energia tem a espessura de um átomo

Uma equipa de investigadores afirma ter descoberto um novo processo para criar folhas nanométricas da espessura de um átomo, o que pode originar novas tecnologias de armazenamento de energia.


Os investigadores referiram na revista da especialidade Science que o novo método é barato e pode ser produzido em escala industrial.

De acordo com a PcPro, o processo de criação de folhas nanométricas envolve a separação de materiais dispostos em camadas através de vibrações ultrassónicas e solventes comuns. O método é semelhante ao utilizado pelos investigadores russos, vencedores do prémio Nobel da Física do ano passado, relativo à formação de folhas grafeno, uma forma de carbono muito fina e resistente.

No entanto, Joanathan Cole, que faz parte da equipa internacional de investigadores que está a trabalhar no novo processo, afirma que existem muitos outros materiais com propriedades químicas e elétricas que tornam possível a sua inclusão em equipamentos eletrónicos ou em dispositivos de armazenamento de energia.

Segundo os investigadores, a utilização dos novos materiais pode ser particularmente eficiente no reaproveitamento de energia a partir do calor dispensado em processos termoelétricos. Os investigadores afirmaram que os novos materiais podem ser, ainda, usados nas baterias de próxima geração, que fornecem energia mais rapidamente que as baterias normais.

Fonte: ExameInformática

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: