Obama com poderes para cortar a Internet em caso de emergência nacional!

Tem-se vindo a falar nos últimos dias, por enumeros meios de comunicação social, sobre o Egipto. Uma dessa notícias foi o corte da Internet e dos Telefones durante um protesto.

Outra noticia que apareceu, foi sobre os poderes de Barack  Obama para cortar o acesso à Internet nos EUA em caso de Emergencia Nacional.

Nestes últimos dias tem existido um grande debate entre os legisladores, sobre o corte da Internet em caso de emergência nacional, dividindo um pouco as opiniões de se será correcto ou errado.

A co-patrocinadora do projecto, Susan Collins, insiste em que isto não se trata de uma medida de censura, mas sim de criar mecanismos para o governo trabalhar com o sector privado, em caso de emergência nacional, oferecendo à nação ferramentas disponíveis para responder rapidamente a uma ameaça significativa.

Outro apoiante desta medida é Joe Lieberman, presidente da comissão de segurança interna dos EUA, afirmando que esta é uma medida para preservar as redes e activos, a sua nação e o seu povo. Afirma também que a segurança do país estava em risco de novos inimigos como guerreiros cibernéticos, espiões cibernéticos, terroristas cibernéticos e outros ciber-criminosos podendo ser perigoso para a nação pois com canais relacionados com a área bancária, infra-estruturas chave do governo e segredos industriais, poderia ser o caos.

Todo este destaque deve-se aos movimentos das autoridades egípcias neste últimos dias. Na passada quinta-feira quatro dos principais serviços de Internet cortaram o acesso internacional aos seus clientes, sendo a sua intenção interromper os activistas, isto é, impedir que organizassem comícios através da Internet e/ou Telefones. Este apagão electrónico foi considerado o maior da história.

fonte: exameinformatica

Anúncios

Portugal sobre no Ranking Europeu da Inovação

A Comissão Europeia revelou o European Innovation Scoreboard de 2010, onde Portugal atinge a 15ª posição na lista dos países mais inovadores dentro da Europa a 27. Em 2009 Portugal encontrava-se na 16ª posição.


É de referir que as despesas feitas por Portugal em investigação e desenvolvimento estão muito acima da média europeia, e que o país foi um dos que mais cresceu no Ranking Europeu da Inovação.

De acordo com o Público, o ranking foi elaborado tendo em conta 24 indicadores inseridos nas categorias de recursos humanos, sistemas de investigação abertos e atrativos, recursos financeiros e infraestruturas, investimento das empresas, parcerias e empresas, patentes, empresas inovadoras e efeitos económicos.

Portugal lidera, assim, o grupo dos “Inovadores Moderados” estando à frente da Espanha e da Itália, por exemplo.

Tendo em conta os resultados independentes nas várias categorias, o melhor resultado obtido por Portugal é relativo à categoria “empresas inovadoras”, onde obteve o terceiro lugar dentro da Europa a 27. Já o pior resultado é respeitante ao grupo “efeitos económicos” onde Portugal está posicionado na 23ª posição.

Na liderança do European Innovation Scoreboard relativo a 2010 encontram-se a Suécia, Dinamarca, Finlândia e Alemanha.

fonte: exameinformatica


SanDisk apresenta primeiro cartão CF de 128 GB com escrita até 100 MB/s

A SanDisk Corporation anunciou o lançamento do cartão de memória «mais rápido do mundo», o Extreme Pro CompactFlash. Com 128 GB de espaço de armazenamento de dados e velocidades de gravação de até 100 MB por segundo (MB/s), trata-se de mais um marco na história da empresa.

De forma a dar uma resposta capaz às elevadas necessidades de desempenho das máquinas fotográficas DSLR de alto rendimento, o cartão conta com o controlador Power Core  e com a interface UDMA-7 que possibilita gravações de alta velocidade.

Estas e outras características tornam esta solução optimizada para fotógrafos profissionais e operadores de câmara, sendo recomendado para aplicações de imagem em Full HD e resolução de 1920×1080, com taxas de bits até 50Mbps e amostragens de cor de 4:2:2.

Com chegada prevista para o segundo trimestre, o SanDisk Extreme Pro CF 128 GB tem um preço de venda previsto que rondará os 1990 euros.

Fonte: Pcguia


Agricultores Indianos aumentam eficiência através da tecnologia.

Embora o governo tenha muitas iniciativas para ajudar os agricultores, pouco foi feito ao longo dos anos.

A adoção da tecnologia na agricultura tem tido lenta devido às infra-estruturas, ao nível de aprendizagem e aos custos elevados.

Mas este panorama esta a mudar devido à FarmERP, um produto da Shivrai Technologies. A companhia esta a oferecer software de Enterprise Resource Planning(ERP) adaptado aos agricultores.

Santosh Shinde, um dos fundadores da Shivrai Technologies, disse num email que pretende vender o software diretamente aos produtores e que esta a negociar com os governos estaduais para aumentar a adoção entre os agricultores.

Os agricultores em Maharashtra, Karnataka e Gujrat já implantaram o FarmERP, para os ajudar a planear o cultivo. O FarmERP oferece uma versão online, assim como uma versão local com as seguintes características:

  • Água necessária, fertilizantes, dose de pesticidas…
  • Pesquisa de informação baseada no cultivo, variedade,  estimativa para a colheita, informação da região…
  • Pode ser usado para acompanhar a plantação, o cultivo, a colheita, o histórico de comercialização de vários agricultores e os seus produtos.

Agora falta fazer algo assim aqui em Portugal.

Fonte: zdnet


Google e Twitter “fintam” bloqueio à Internet no Egipto

O Google anunciou na segunda-feira que cooperou com o Twitter durante o fim de semana para elaborar um sistema que permita aos egípcios enviar mensagens por telefone para o site de microblogging, contornando assim o bloqueio à Internet.

Já é possível ‘twittar’ enviando uma mensagem telefónica para um dos seguintes números: +1 650 419 4196 ou +39 06 62 20 72 94 ou + 97 316 199 855. O serviço irá publicar instantaneamente a mensagem [no Twitter] utilizando a chave #egypt”, anunciaram os responsáveis do Google no blogue oficial do grupo norte-americano.

A mensagem refere ainda que “não é necessário qualquer tipo de ligação à Internet, as pessoas podem ouvir as mensagens através dos mesmos números ou em twitter.com/speak2tweet” .

Esperemos que isto contribua para ajudar os egípcios a manterem-se ligados nesta altura tão difícil“, acrescenta.

Esta noite foi bloqueado o último fornecedor de acesso à Internet ainda em funcionamento no Egito, o grupo Noor, cortando todas as comunicações do país com o resto do mundo.

A Internet e os telemóveis tiveram um papel decisivo no desencadear das manifestações contra o regime do presidente Hosni Mubarak, um movimento inspirado na “revolução de jasmim”, que derrubou, a 14 de janeiro, o presidente tunisino Zine El Abidine Ben Ali.